O nosso prior

Cónego José Manuel Santos Ferreira

O Cónego José Manuel Santos Ferreira é o terceiro Prior da Paróquia de São Francisco Xavier, desde a desanexação da Paróquia de Santa Maria de Belém, em 1980.

O Pe. José Andrade foi o primeiro pároco nomeado oficialmente, a 10 de Agosto de 1980, mas problemas de saúde forçaram-no a sair, tendo sido substituído em 1993 pelo Pe. António Colimão.

Razões de saúde estiveram também na base da substituição do Pe. Colimão, em 2016.

Curiosamente, 36 anos depois, as duas Paróquias, mantendo identidades distintas, voltam a ter um mesmo pároco.

Nomeado a 16 de Julho de 2016 pelo Cardeal Patriarca de Lisboa, D. Manuel Clemente, para substituir o Pe. António Colimão, gravemente doente desde Fevereiro de 2016, o Cónego José Manuel Santos Ferreira tem como coadjutor o Pe. Marcos de Carvalho Rodrigues Martins, ordenado sacerdote a 26 de Junho de 2016. e que é igualmente coadjutor na Paróquia de Belém.

Natural de Lisboa, onde nasceu a 20/07/1953, o Cónego José Manuel dos Santos Ferreira, ordenado em 1977, licenciou-se em Teologia pela Universidade Católica Portuguesa em 1978  e doutorou-se em Teologia pela Pontifícia Universidade Gregoriana, de Roma, em 1984.

Foi Pároco de Santa Maria de Olivais, entre 1984 e 1991, e em 1994 foi nomeado responsável da Paróquia de Santa Maria de Belém, onde vai continuar, acumulando com a Paróquia de São Francisco Xavier.

É Cónego da Sé desde 1999, Assistente Diocesano da Acção Católica dos Meios Independentes (desde 1991) e foi Assistente religioso (Capelão Chefe) da Casa Pia de Lisboa (entre 1995 e 2010).

Entre 1991 e 2004 foi professor de “Cultura Cristã” no Instituto Superior de Educação e Ciências, sendo agora nomeado Pároco de S. Francisco Xavier (16 de Julho de 2016).

Além de numerosas palestras e conferências, publicou vários livros, entre os quais:

– O Espírito Santo em Agostinho de Hipona, Edições Didaskalia, Lisboa, 1987.

– Jesus Cristo, luz e sentido da solidão do homem, Editora Rei dos Livros, Lisboa 1989; tradução francesa: Jésus-Christ, lumière de la solitude humaine, Cerf, Paris 1993.

– “Dar um sentido à vida inteira”, Celebração Litúrgica, Outubro/Novembro de 2002, também disponível em: http://www.presbiteros.com.br/sacramentos.htm.

– “A Eucaristia como centro da vida cristã: ponto de chegada da iniciação cristã e ponto de partida para a maturidade da vida cristã”, Novellae Olivarum, 4, 2005, p. 39-49.

– “Sermões de Santo Agostinho em Honra do Mártir S. Vicente”, em: S. Vicente, Diácono e Mártir, Centro Cultural de Lisboa Pedro Hispano e Cabido da Sé Metropolitana Patriarcal de Lisboa, Lisboa 2005, p. 315-331.

– “O diálogo entre ciência, razão e fé no pensamento de João Paulo II”, Interacções, 3 (2006), p. 102-121, disponível em: http://nonio.eses.pt/interaccoes/index.htm

– “Uma vida intensa”, em: ISABEL VASCO COSTA, Ao toque do sino, DIEL, Lisboa, 2007, p. 187-206.

– “O Matrimónio: natureza e sacramento”, Lisboa, Associação Portuguesa de Canonistas, Cadernos 19, 2008.

– “O sacramento da Reconciliação, legado da Misericórdia de Deus”, em: Sinais da Misericórdia, Ed. do Santuário de Cristo Rei, Almada, 2016.

Pe. António Borges

Pe. António Borges

O novo Vigário Paroquial, Pe. António Rodrigues Borges da Silva, é natural de Santa Maria da Feira, onde nasceu a 23 de Novembro de 1965, e foi ordenado sacerdote Salesiano em 13 de Junho de 1993, um ano depois da ordenação diaconal.

A sua ligação aos Salesianos tem por referência um tio paterno, sacerdote desta ordem, tendo-se sentido cativado pelo carisma Salesiano. Estudou em colégios da ordem, onde também deu aulas e acompanhou adolescentes e pré-adolescentes.

Ao fim de três anos de Universidade, decidiu, aos 22 anos, estudar e aprofundar Teologia na Universidade Pontifícia Salesiana (UPS), em Turim, Itália, um curso que classificou mais tarde como “absolutamente arrebatador”.

No último ano do curso, na sua qualidade de delegado de estudantes de Teologia da UPS, teve a oportunidade de ter uma audiência particular com São João Paulo II, que o marcou.

Depois da ordenação sacerdotal em 1993, trabalhou como professor e foi responsável pela Pastoral Juvenil dos Salesianos de Lisboa, mantendo a colaboração mesmo quando cumpriu o Serviço Militar Obrigatório.

Nas Forças Armadas, começou pelo Exército, no Campo Militar de Santa Margarida e depois no Instituto dos Pupilos do Exército, transitando depois para a Marinha, onde esteve durante oito anos, repartidos de igual modo pela Escola Naval e pela Base Naval de Lisboa.

De regresso ao Exército, esteve no Instituto de Odivelas, no Colégio Militar, no Centro de Tropas Comandos e de novo no Instituto dos Pupilos do Exército.

Ao mesmo tempo, incardinado no Patriarcado de Lisboa pelo Cardeal Patriarca D. José Policarpo, colaborou nas Paróquias de Odivelas e do Alto do Lumiar (Lisboa).

A par destas actividades, licenciou-se em Psicologia, fez o mestrado o obteve o doutoramento.

A sua carreira de 25 anos nas Forças Armadas incluiu ainda missões internacionais em Timor, Líbano e Afeganistão.

Desempenhou as funções de Capelão da Academia Militar (Sede e Amadora) e no ano de 2015 foi integrado como Capelão da GNR, na Unidade de Segurança e Honras de Estado. Inicialmente acumulou com a Unidade de Intervenção da GNR. Nesta força de segurança detém a patente de Tenente-Coronel.

Em Setembro de 2017 passou a assumir as funções de Capelão da Academia Militar (Sede e Amadora), onde também lecciona.

A partir de 2018 foi nomeado para Reitor da Igreja da Memória, sé da Diocese das Forças Armadas e de Segurança.

Finalmente, a 16 de Julho de 2019 foi nomeado pelo Cardeal Patriarca D. Manuel Clemente para Vigário Paroquial de São Francisco Xavier e de Santa Maria de Belém, tendo entrado oficialmente na nossa Paróquia a 17 de Setembro.

Pe. Marcos Martins

Pe. Marcos Martins

O Pe. Marcos Rodrigues Martins foi o primeiro Vigário Paroquial (coadjutor) da Paróquia de São Francisco Xavier, coadjuvando igualmente o Prior na Paróquia de Santa Maria de Belém, entre Setembro de 2016 e Setembro de 2019.

Natural de Lisboa, nascido a 21/02/1983, licenciado em Filosofia pela Universidade Católica, o Pe. Marcos esteve a trabalhar, depois da ordenação, na Paróquia de São Nicolau, em Lisboa.

O seu percurso foi feito no Seminário dos Olivais, tendo passado igualmente pelas Paróquias de Alto do Lumiar (Lisboa), Arruda dos Vinhos, Sobral de Monte Agraço e Arranhó.

Foi ordenado sacerdote pelo Cardeal Patriarca de Lisboa, D. Manuel Clemente, em cerimónia realizada no Mosteiro dos Jerónimos a 26 de Junho de 2016.

Celebrou a Missa Nova a 10 de Julho de 2016, na Igreja de São Nicolau, Lisboa.

A 11 de Setembro de 2016 iniciou funções como Vigário Paroquial nas Paróquias de São Francisco Xavier e de Santa Maria de Belém, coadjuvando o novo Prior, Cónego José Manuel Ferreira, tendo sido nomeados por D. Manuel Clemente em Julho de 2016.

A 16 de Julho de 2019, por decreto do Cardeal Patriarca de Lisboa, D. Manuel Clemente, foi nomeado prior das Paróquias de Nossa Senhora da Assunção de Cadafais e de Nossa Senhora de Fátima do Carregado, bem como Assistente Regional Adjunto de Lisboa do Corpo Nacional de Escutas (CNE).

A última Missa celebrada na nossa Paróquia foi a 15 de Setembro de 2019, tendo tomando posse das novas paróquias a 21 de Setembro de 2019.

 

Sacerdotes Passionistas

A Congregação da Paixão de Jesus Cristo, mais conhecida por Passionistas, colaborou com a Paróquia de São Francisco Xavier ao longo de muitos anos.

Essa colaboração cessou agora, com o encerramento, em Agosto, da Casa dos Passionistas em Linda-a-Velha.

O Pe. Armindo Ferreira e o Pe. Fernando Tavares foram os sacerdotes que estiveram mais presentes na Paróquia nos últimos anos, celebrando Missa, sobretudo em Caselas, e apoiando as Confissões na Quaresma.